Vento | José Lencastre, Hernâni Faustino e Vasco Furtado



Podem ouvir aqui.


A Phonogram Unit apareceu e com ela o primeiro disco da editora intitulado Vento. Para quem conhece o José Lencastre, o Hernâni Faustino e o Vasco Furtado, só podia esperar que este disco fosse bom. Para quem não conhece se o ouvir rapidamente quererá acompanhar os seus percursos. Here we go é isso mesmo: um começo empolgante que nos leva até Abstração em que nos deixamos guiar pelo saxofone do Lencastre entre pequenos desvios que se cruzam no nosso caminho. O contrabaixo do Hernâni e os apontamentos do Vasco tornam este tema um excelente candidato a banda sonora de um filme de suspense. Em Test Drive podíamos dizer que cada um vai ao volante em momentos distintos. Sentem-se e ouçam com atenção porque, tal como num carro, os três conduzem de formas diferentes. Ouçam-na três vezes consecutivas e mantenham a atenção em cada músico à vez.


Lencastre com linhas curtas e coesas, Hernâni rápido e cheio de curvas e contracurvas e o Vasco ritmado e de pé metido na embraiagem, sempre pronto a pôr uma acima. Aos nove minutos mudamos de cenário, passamos para pista molhada, escorregadia em que vamos com cuidado até chegarmos destino. Keep Going que para a frente é que é caminho. Mantém-nos na viagem onde esperamos que ao avançar cheguemos a novos caminhos sonoros: Ruína. Neste tema o Vasco, o Hernâni e uma respiração inicial que quase passa despercebida fazem que seja o meu tema de eleição.


Gosto da subtileza, do ruído, do sopro do Lencastre, da envolvência. Traz consigo o frio de qualquer ruína com que nos cruzemos em Sintra. Imagino o anfiteatro da Quinta da Regaleira envolto neste som. Intimo e leve numa noite de brisa gelada em Sintra. Ruína é a queda num momento pacifico e que nos permite assimilar o disco de outra forma. Vento é um sopro constante. O tema que intitula o disco é a forma certa de o fechar. Pequenos saltos de um lado para o outro até ao fim. Curto e grosso!


Nota: Review publicada no zine Mecónio#1 juntamente com o texto escrito durante o concerto de apresentação da Editora Phonogram Unit, na SMUP (podem adquirir o zine por email para darkowl.shop@gmail.com)



27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

© 2019 by Margarida Azevedo

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now